- Dubor

Você é o amor da minha vida. E, talvez, exatamente por isso, eu não consigo desistir de você. Apesar dos teus erros, defeitos, medos. Apesar da tua maneira complicada de ser, da tua arrogância, do teu ego inflado. Apesar da tua mania de complicar o fácil, desistir do difícil, abrir mão de nós dois por qualquer felicidade momentânea barata. Apesar de tudo, você ainda continua sendo o amor da minha vida. E nem sequer as tuas dúvidas ou a tua muralha de defesa constante me impede de sentir um amor absurdo por você. Mesmo que a gente não concorde em nada e brigue por tudo. Mesmo que o nosso plural, vez ou outra, teime em ser apenas singular. Mesmo que o nosso quebra cabeças seja montado ao avesso. Mesmo assim, é o teu nome que o meu corpo grita nos momentos de solidão. É nos teus braços quentes que a minha crosta gelada se derrete. É em você que eu encontro tudo o que não quero, mas tudo que preciso. A tua insanidade completa o meu lado mais santo. O meu medo encontra forças na tua parte mais corajosa. Teu humor ácido ensina o meu mau humor constante a achar graça na vida. E a vida se colore quando tem os seus lápis de cor de mil e uma tonalidades diferentes pra me ajudar a pintá-la. É quando você tem paciência pra pintar todo esse meu mundo preto e branco, detalhe por detalhe, que eu vejo a minha hipótese ganhar certeza absoluta: você é o amor da minha vida.
Capitule.  (via alentador)
Eu pediria você. Se papai noel existisse, se estrelas cadentes fossem de verdade e se moedas na fonte funcionassem, eu pediria você. Quando as velinhas do bolo do meu aniversário se apagaram e eu fechei os olhos, foi por você que eu pedi. Eu rezei pela sua felicidade, pelo seu caminho belo e pelas coisas boas que ainda darão certo na sua vida. Nesse natal, se um velho gordo e barbudo aparecesse em um trenó e perguntasse o que eu iria querer de presente, mesmo que eu pudesse escolher qualquer coisa melhor e mais valiosa no mundo, eu juro que o meu desejo seria que você saísse no meio das renas de braços abertos pra mim. Embaixo da minha árvore verde e pontiaguda de natal, eu queria que você estivesse embrulhado no papel de presente mais lindo da cidade. No meio dos piscas-piscas que enfeitam os postes da avenida, eu queria que fosse o seu sorriso que eles desenhassem no céu. E os fogos de artifício poderiam iluminar a noite com o seu rosto. Eu só queria que você tivesse consciência de que seria você. Se eu ganhasse o palito premido do picolé, eu recusaria o prêmio e pediria por você. Se eu acertasse os números da mega-sena da virada, eu trocaria o dinheiro e todas as coisas que ele pode comprar por você. Se o mundo realmente acabasse, a minha última súplica seria você. É você. E eu continuo pedindo, forte, que não deixe de ser nunca. Se uma bomba caísse exatamente agora em cima da minha cabeça e eu não conseguisse terminar esse texto, saiba que eu morreria pedindo por você. Só você, por favor, nem que seja um pouquinho. Eu preciso do ar que você respira pra poder suprir um pouco a distancia que te prende de mim. Eu preciso te olhar inúmeras vezes e ter a absoluta certeza de que em cada uma delas o meu desejo só faz aumentar. Se a terra fosse engolida pelo sol, eu descobriria outro planeta em outra galáxia só pra te fazer feliz. Quando eu acordei sozinha e tomei meu suco preferido sozinha hoje de manhã, foi pela sua companhia que eu pedi. Nas vezes em que eu provei uma nova roupa e não tinha ninguém pra aprová-la, foi pelas suas sugestões ignorantes que eu pedi. Nos dias em que não fez sol e o dia estava propicio pra um filme romântico à dois, foi pela sua preferencia por filmes de terror que eu pedi. Eu venho pedindo por você desde sempre, mas nenhuma alma caridosa me dá o privilégio de te ter. Então eu peço agora: vem. Vem e larga essa sua gravata cor-de-nada no meu sofá. Vem e deixa os seus sapatos no tapete central da minha casa. Vem e poupa os meus próximos mil anos amargurados sem você ao lado. Eu posso não ser a melhor pessoa dentre todas que habitam a Terra, mas com certeza sou a melhor que pode te fazer feliz. Porque, por mais que você negue e responda “não” para todas as minhas súplicas, eu ainda serei a única que pede por você.
Capitule.  (via autorias)
"Você nunca deixou de ser aquilo que prometeu ser, na verdade você nunca prometeu nada, você apenas foi. Mesmo com toda essa distancia de algum tempo, a gente nunca deixou de ser a gente, e sem duvida nenhuma o maior responsável por isso foi você, se nós somos amigos do jeito que somos, foi por você, que nunca desistiu de mim, que nunca nem chegou a "ir" pra mim dizer que "sempre volta", você ficou mesmo sem estar, você me fez sonhar sem ao menos me tocar. Sempre soube que você estava comigo, que jamais seria capaz de me trocar ou me deixar pra lá, e ainda bem que as coisas que sempre soube estão se confirmando até agora, e espero que continuem se confirmando, porque não quero nunca na vida saber o que é ser deixada pra lá por você. A melhor parte disso tudo é que a gente se curte na mesma frequência, que a gente é louco na mesma frequência, talvez você não ouça tal banda que eu gosto mais ouve só pra me agradar, da mesma forma que eu vi aquele filme que você gosta só pra te agradar, aquele mesmo, que eu vi e gostei. E são tantas coisas pra agradecer, tantos momentos, tantas mensagens na madrugada de quarta, tantas discussões intelectuais, tantas risadas que se conectavam mesmo a km de distancia, e realmente são tantas coisas boas que você me fez sentir, que você me fez viver, mesmo não estando do meu lado fisicamente, você esteve de uma forma muito maior, você se fez bem mais presente que gente que tava do lado, que podia pegar um ônibus e bater na minha porta em dez minutos, você esteve sem pretexto, sem perguntas, sem interrogações e assim se fez uma das melhores pessoas do meu mundo."
"Hoje me senti sem chão, como também me senti sem céu, e também tive a sensação de que paredes não existiam mais, não que eu me senti-se vazia, pelo contrario eu nunca me senti tão cheia e tão rica, sabia que palavras tinham poder, mais nem por um segundo sequer imaginava que me levariam tão longe, palavras podem ser de ódio, de raiva, como também podem ser de amor, e a melhor função das palavras é levar amor, mesmo que leve coisas indesejadas."
Aos 14, eu conheci a garota mais linda da minha cidade. Aos 15, nós tivemos uma briga terrível e não nos falamos por 1 ano. Aos 16, reencontrei ela em um supermercado, 5 minutos de conversa e eu me vi apaixonado. Aos 17, eu comecei a namorar com a garota mais bonita da cidade. Aos 22, eu fiquei noivo da mulher mais linda do país. Aos 25, eu estava casado com a mulher mais linda do mundo. Aos 27, eu tive um filho com a mulher mais madura que já conheci. Aos 29, eu tive uma filha, a filha mais linda da cidade. Aos 40, eu fiz 15 anos de casado com a mulher mais interessante do universo. Aos 50, eu percebi que nunca tinha tido olhos para outra, nesse mesmo ano, eu percebi que eu era um homem realizado. Aos 60, eu vi a mulher mais linda do mundo continuar sendo a mulher mais interessante do universo. Aos 76, eu senti falta dessa mulher, a mulher mais incrível do mundo, agora só existia em fotografias. Aos 78, eu senti que não tinha mais vida sem ela; nesse mesmo ano, eu me entreguei para viver a eternidade ao lado dela, seja lá onde fosse.
Autor Desconhecido.    (via autorias)
Ele me conta das meninas, eu conto dos caras. Eu acho engraçado quando ele fala “ah, enjoei, ela era meio sem assunto” e olha pra mim com saudade. Ele também ri quando eu digo “ah, ele não entendeu nada” e olho pra ele sabendo que ele também não entende, mas pelo menos não vai embora. Ou vai, mas sempre volta. Mas meu melhor amigo é meu único amor. O único que consegui. Porque ele sempre volta. E meu coração fica calmo.
O Amor, Tati Bernardi.  (via alentador)
"Nunca disse a ninguém nem metade do que te falei naquele dia, nunca chorei na frente de ninguém como naquele dia na tua frente, e juro que tentei com todas as minhas forças não te ocupar com os meus problemas, mas não deu certo, eu tava no meu limite e talvez conta-se o que te contei até para um estranho que senta-se do meu lado no ônibus, porque tava tudo tão ruim que não dava pra segurar aqui dentro mais, e ainda bem que Deus me enviou você, da mesma forma que todas as outras vezes era você que tava comigo, acho que de verdade na vida só confiei em ti mesmo, sempre ouvi os maiores problemas dos outros e esperei a hora certa pra falar de mim, mas nunca dava certo, e a cada dia foi se tornando mais pesado guardar as coisas apenas pra mim, mas agora que confiei em alguém e alguém certo me sinto realmente leve."
"Nunca me vi tão descontrolada, tão fora de mim, sempre segurei a barra, mesmo morrendo por dentro conseguia manter a minha posse, mas tudo de uma hora pra outra evoluiu de difícil pra impossível.Não me encontro mais em mim e talvez essa seja a parte mais complicada em continuar viva, parece que tudo se perdeu de vez, e que as coisas pararam de se encaixar.Quando a sua vida é um problema e você sabe quem você é, não é algo fácil de se passar por cima, mas quando sua vida é um problema e você não sabe mas quem é, tudo parece mais perdido ainda."
© theme